As melhores prendas para viajantes

Todos nós já estivemos muito tempo a pensar nas prendas que vamos dar a alguém e as ideias não aparecem. Sejam prendas de natal, aniversário ou para uma ocasião especial. E perdemos imenso tempo à procura em shoppings, lojas de rua e, a minha forma favorita, online. Pois, worry not! Tenho aqui a solução para decidirem o que oferecer àquele amigo/a ou familiar que adora viajar.

Com este artigo, deixo aqui algumas ideias de prendas para todos os gostos. Para os que adoram viagens e passeios de carro e ar livre, mas também para aqueles que adoram viajar de avião, como eu, e percorrer as cidades de ponta a ponta em segurança e, até para os amantes de natureza e viagens de mochila às costas.

Comecemos pela organização. Todos nós, quando viajamos, levamos um saco ou uma mala com a nossa roupa, calçado, etc. Por isso, primeiro temos que ter a dita mala, para levar o que precisamos. Sugiro uma mala de cabine trólei ou um set de 3 malas ou, para quem não gosta de tróleis, uma bolsa de viagem .

E para quem viaja, principalmente de avião, sabe a importância de a mala estar bem identificada em caso de extravio. Proponho um identificador de malas (disponível em várias cores) para que a nossa bagagem, que pode ser igual à de outra pessoa, possa estar bem identificada. Também para quem anda de avião, é muito importante ter atenção ao peso da mala e, há uma alternativa à típica balança para pessoas e a segurar na mala quase a cair sem conseguir ver o peso direito. Estou a falar de uma balança digital de precisão para malas. Assim, já não temos que nos preocupar com penalizações pelo peso das malas.

Uma cinta para malas também é importante para o caso do fecho da vossa mala não estar em condições ou se a mala estiver muito cheia. Para quem é muito organizado a fazer a mala, como eu, encontrei a solução perfeita: uma estante desdobrável organizadora para malas. Desta forma, não só as roupas vão direitas na mala sem engelhar e organizadas, como também, no nosso destino, conseguimos que fiquem visíveis para não termos que andar à procura das coisas na dita e desorganizar tudo. Isto para mim é um pesadelo porque, de cada vez que desorganizo, não descanso enquanto não deixar tudo direitinho, então está aqui a solução.

Qualquer um de nós precisa de levar consigo produtos de higiene e para isso existem os famosos nécessaires. Neste campo podemos optar pelo nécessaire de viagem e o conjunto de banho de viagem (5 peças).

Também para quem precisa de estar confortável no meio de transporte escolhido, sugiro uma manta e almofada ou até mesmo uma almofada de viagem insuflável. As nossas viagens vão ficar cada vez mais confortáveis.

Para viagens de negócios em que será necessária roupa mais formal, o ideal é ter um porta-fatos.

Algo que eu confesso que não sabia antes de viajar (até é embaraçoso de dizer) é que as tomadas são diferentes em alguns países. E, como não tinha conhecimento disto, tive que chegar ao destino (no caso, Londres) e comprar um adaptador. Por esta razão, é mesmo importante já viajarmos prevenidos com um adaptador para tomadas universal.

Outra ideia de prenda criativa é uma carteira de viagem eletrónica anti-furto para viajar com a máxima segurança. Para os vossos amigos ou familiares que, por razões de saúde, precisam de ter consigo sempre a sua medicação, esta sugestão é espetacular. É uma caixa de comprimidos eletrónica inteligente Pilly. Para quem a viajar se costuma distrair nas horas, pode definir até 5 alarmes nesta caixa para não passar a hora da medicação.

Para os amantes de campismo, ar livre e road trips deixo a ideia de uma manta polar, um casaco desportivo e um colchão e almofada insuflável ultralight. Também para quem não passa sem os seus animais de estimação, até numa road trip, têm que ter uma capa protetora de carro para animais. Os nossos amigos de 4 patas vão em segurança, não sujam o carro e tanto humanos como animais são felizes.

Estas são só algumas das sugestões de presentes para as pessoas que vocês mais gostam.

Qual foi o artigo que mais gostaste? Já estás a pensar comprar algum?

Conta-nos tudo nos comentários.

12 razões para viajar em Portugal

Muitas vezes ouvimos a expressão “Vamos para fora cá dentro” quando alguém quer dizer que as suas férias serão passadas dentro de Portugal. Engraçada esta expressão! De facto, mesmo tendo um período de férias no nosso país, e perto de casa, conseguimos sentir-nos distanciados o suficiente para conseguir um bom descanso. E este país tem tanto para se ver e conhecer!

Deixo-vos aqui 12 razões para visitar Portugal, o nosso maravilhoso país!

1- Tempo limitado

Para quem não tem muitos dias de férias, viajar em Portugal pode ser uma ótima opção. Em 2 ou 3 horas conseguimos percorrer uma boa distância de carro. Por vezes, até muito perto de casa se encontram pequenos paraísos que nos proporcionam umas ótimas férias ou fins-de-semana prolongados.

2- Medo de andar de avião

Para quem tem pânico de andar de avião, poder viajar de carro pelo nosso país é excelente e ainda dá a possibilidade de visitar várias cidades durante os dias que temos disponíveis e aproveitar as vistas da extensa costa do Atlântico e Mediterrâneo, mas também, do interior.

3- Barreira linguística?

Viajar ‘cá dentro’ é, normalmente, a primeira escolha para quem não sabe ou não se sente confortável em falar outra língua. Cá, temos a certeza que a barreira linguística não existirá e não irá atrapalhar as férias. Será sempre mais fácil fazer um pedido num restaurante, num alojamento ou até na praia.

4- Clima

O clima no nosso país é espectacular. É um dos países europeus com temperaturas mais amenas e mediterrâneas. Por isso, ao viajar por terras lusitanas há uma grande probabilidade de ter tempo de sol e calor, principalmente no verão. Ou então, se a preferência for de viajar em tempo mais frio, em certas regiões podem conseguir uma paisagem cheia de neve para aproveitar para fazer alguns desportos de inverno e o típico boneco de neve. Aqui, há um bocadinho de terra para todos os gostos.

Praia de Espinho

5- História

Estamos a falar de um país com milhares de anos de história. Os registos de como país vão até à Baixa Idade Média, falando de Portugal só como terra física a história remonta 500 000 anos. Por esta razão, não há como errar ao escolher o distrito/cidade/aldeia para passar uns dias. Se um dos seus interesses for história, em cada cantinho irá conseguir ver pedaços de história a contar.

6- Gastronomia

Preciso referir mais alguma coisa? Para quem for um bom garfo, que é como quem diz, um bom amante de comida, este é o destino ideal. Estamos a falar de uma dieta mediterrânea com excelente pão, azeite, sopas e cozidos, enchidos, temperos, peixe e marisco reforçando a bela da sardinha, doces, vinho, já para não falar das 1001 formas de cozinhar bacalhau. Não é há toa que os turistas estrangeiros ficam maravilhados com a nossa comida e prometem voltar muitas mais vezes.

7- Viajar com amigos

Para quem planeia uma viagem de grupo com amigos, mais uma vez, não sair do país é uma ideia. A nível de preços, geralmente, o nosso pedaço de terra tem uma relação qualidade-preço muito boa e, é muito acessível comparado com outros destinos. E, claro, num grupo de amigos nem todos tem as mesmas possibilidades monetárias, por essa razão, fazer uma viagem em que se consiga dividir despesas como numa road trip é uma boa forma de incluir todo o grupo.

Road trips para Aguieira em Coimbra e para os Passadiços do Paiva em Castelo de Paiva

8- Bons alojamentos

Nos últimos anos têm surgido cada vez mais alojamentos portugueses e com muita qualidade. Claro que devemos sempre ter cuidado com o que escolhemos mas, regra geral os hotéis e alojamentos locais estão a ficar com melhores condições. De Norte a Sul do país, existem alojamentos para todos os gostos, desde os mais acessíveis aos mais dispendiosos, dos mais simples aos mais luxuosos e desde o interior ao litoral.

Montebelo Aguieira Lake Resort 5* – Distrito de Coimbra

9- Praias

Para quem prefere viajar ou passar férias no verão (isto é, quase toda a gente) as nossas praias fazem as delícias desde as crianças até ao cidadão mais sénior. Desde a zona norte até ao Algarve, este cantinho do Atlântico foi abençoado com uma costa que se estende por 943 km no continente, 667 Km nos Açores e 250 Km na Madeira. Para além de se conseguir ir a banhos, as paisagens são lindíssimas conseguindo-se observar falésias, dunas, areais, etc. E resta-me referir a água quentinha que conseguimos ter no sul (mas, só mesmo no sul). Sendo justos, mergulhar nas praias do norte, pode ser comparado a 1000 agulhas a espetarem no nosso corpo. São praias lindas mas muito, muito frias. Contudo, na região do Algarve temos praias com água a temperaturas amenas.

10- Paisagem Campestre / Turismo Rural

Não só somos afortunados com praias lindíssimas, também temos paisagens campestres de cortar a respiração. É, sem dúvida, uma das maiores riquezas que podemos apresentar aos turistas. Temos planícies, montes e vales, barragens, vinhas, herdades, etc. Tudo para conseguir umas férias calmas e, é ideal para quem não gosta de praia ou prefere algo para uns dias de descanso e silêncio.

Barragem do Azibo em Macedo de Cavaleiros – Distrito de Bragança

11- Ilhas

O arquipélago dos Açores e da Madeira são perfeitos para uma escapadinha de 3 ou 4 dias. Pessoalmente só visitei a ilha da Madeira mas, tenho ouvido relatos em como a ilha de Porto Santo e as ilhas do Açores são espectaculares e com paisagens maravilhosas.

Jardim Tropical Monte Palace no Funchal – Madeira

12- Espirito hospitaleiro

Não há povo que receba tão bem como o português. Visitar outras cidades que não a nossa, é estar fora de casa mas sentir-se em casa. Portugal é familiar e é amizade. Cá, jantamos num restaurante e ficamos amigos do dono, ficamos hospedados num alojamento local e se lá voltarmos a pessoa que nos recebeu ainda se vai lembrar de nós e vai tratar-nos como se fossemos familiares, na praia vai haver sempre alguém que fique a tomar contas das nossas coisas enquanto vamos à água e o senhor dos gelados ou da Bola de Berlim vai tratar-nos sempre bem.

Como vêm são tudo excelentes razões para “ir para fora cá dentro” durante uns dias. E vocês? Lembram-se de mais alguma razão para viajar no nossa incrível país? Fico à espera das vossas dicas nos comentários, porque ainda há muito verão para aproveitar.

Como perder o medo de voar

Muitas pessoas têm alguma ansiedade em andar de avião. Incompreensível para alguns, assunto tabu para outros? Não interessa!! Porque a ansiedade de voar nunca deveria impedir ninguém de viajar, conhecer novos lugares ou culturas, ou até mesmo de fugir um bocadinho da rotina, vou deixar aqui algumas sugestões de como ultrapassar o medo e/ou ansiedade de voar.

Primeiro de tudo, lembra-te que o medo ou a ansiedade de voar é mais comum do que pensamos e pode ir desde uma ligeira sensação estranha na barriga até à verdadeira fobia. A melhor sugestão é, claro, fica calmo. Parece muito generalista mas o pânico nunca ajudou em nada, e só atrapalha. Resolvi partilhar isto convosco depois de compilar muitas das sugestões já descritas na internet e espero que vos ajude.

Vamos por partes?
Na véspera

A maioria das pessoas pensa que o dia de mais ansiedade é o do próprio voo mas, para muitas delas, o dia anterior é cheio de pensamentos negativos e de sofrimento por antecipação! Por isso, é muito importante que nas 48h anteriores ao voo sigas algumas sugestões para que seja tudo “Smooth as Silk”:

  • Diminui o consumo de café. Esta bebida tem propriedades que nos deixam mais agitados, como por exemplo a cafeína;
  • Tenta não consumir bebidas alcoólicas nem ácidas, como o sumo de laranja, e bebe muita água. É sempre importante mantermos-nos hidratados;
  • Vamos fazer as coisa menos à português e não deixar tudo para a última da hora? É muito importante arrumar e preparar tudo com antecedência para que o medo de nos esquecermos de alguma coisa não piore a ansiedade;
  • Já o ditado diz: “Dormir cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer!“. Deita-te cedo na noite anterior para conseguires ter uma boa noite de sono e acordar mais calmo;
  • O medo de viajar existe, principalmente, porque damos importância a pensamentos irracionais. Não é preciso saber tudo sobre voar de avião mas, antes de viajar, podes fazer uma pequena pesquisa sobre estatísticas e dados sobre como esta é a forma mais segura de viajar e até de como este aparelho funciona;
  • Por fim, imagina o dia da viagem, a correr tudo bem. Ou seja, se começares a imaginar que algo vai correr mal, contraria esse pensamento. Prometo que o avião não cai!
Dia do voo 

Eu adoro voar, viajar e conhecer lugares novos. Mas admito que há sempre aquele nervoso miudinho que teima em aparecer umas horas antes do voo! “Será que chego a tempo ao aeroporto?” “Será que me esqueci de alguma coisa?“, “E se estiver trânsito?” “O que vai acontecer no controlo de segurança?” O que é que eu penso para mim? CAL-MA! Daqui a umas horas vais estar numa praia paradisíaca, a beber uns mojitos ou numa grande cidade a fazer compras. Já chegam os dias de trabalho para stressar! Certo? De acordo?

Algumas sugestões para as horas antes de ir para o aeroporto? Aqui vai:

  • Quem não gosta de carregar no snooze todas as manhãs e pensar “Só mais 5 minutos“? ✋Tss tss. Deixa-te de coisas. Levanta-te assim que o despertador tocar e vais ver que vais ter tempo para tudo, menos para te preocupares com o voo;
  • Toma um duche longo e relaxado (mas cuidado com o gasto da água);
  • Neste dia queremos um pequeno-almoço ligeiro;
  • Sai de casa com tempo para fazer uma viagem calma até ao aeroporto e leva os documentos já separados para não te atrapalhares;
  • Escolhe roupas leves e confortáveis que não dificultem a circulação de sangue. No avião passamos a maior parte do tempo sentados, por isso, “confortável” é a palavra de ordem;
  • Se houver possibilidade para isso, faz o check-in online uns dias antes da viagem. Assim é menos uma fila em que tens que esperar.
Depois do check-in e antes de entrar para o avião 

É aconselhável chegar ao aeroporto com alguma antecedência, entre 2 a 3 horas antes do voo. Por isso, depois de passar pelo controlo de segurança, tens alguns minutos para matar:

  • Passeia um pouco pelas lojas do aeroporto, incluindo as lojas duty free (encontram-se lá bons preços acreditem);
  • Compra algo para ler no avião;
  • Vai com tempo para a zona de embarque.
Durante o voo 

Ainda vamos receber aqui comentários a dizer que viajar foi o melhor que já fizeram e agora não querem outra coisa.

Sim! Há algumas situações durante o voo que podem causar algum receio mas lembra-te: PRAIAS PARADISÍACAS, MOJITOS E COMPRAS!! PRAIAS PARADISÍACAS, MOJITOS E COMPRAS!! PRAIAS PARADISÍACAS, MOJITOS E COMPRAS!! 😂

Ficam aqui algumas sugestões de como passar o tempo dentro do avião para te distraíres e também algumas dicas para uma boa “estadia” no avião:

  • Primeiro de tudo: se começarem a surgir pensamentos negativos, interrompe essa corrente de raciocínio;
  • Lembras-te daquela playlist preparada para te acalmar? Sim, essa mesmo! Ouvir musica, de preferencia calma, ajuda a estar mais relaxado durante uma situação causadora de maior stresse;
  • Jogar! Candy crush, cartas, sudoku, palavras cruzadas, contar carneirinhos… Basicamente, o que quiseres! Existem muitos jogos que podes jogar offline e podes ter no telemóvel ou tablet, já que os dispositivos têm que estar em modo avião. O objetivo é estares distraído o suficiente para não pensar que aquele pedaço de lata vai cair. Pardon my French!;
  • Se te sentires bem, conversa com as pessoas à tua volta e troquem experiências de voos;
  • Dormir? Lembras-te de todas as vezes que no último meio ano disseste para ti mesmo: “Fogo! só queria duas horinhas para dormir a meio do dia?” Tsharan!! Nem é tarde nem é cedo. É agora mesmo!;
  • Diz para ti mesmo frases e instruções positivas, como por exemplo: “Não vai acontecer nada!” “Vai correr tudo bem!” “Todos os dias milhões de pessoas andam de avião e chegam a casa sãs e salvas!”;
  • Tenta não te sentar no lugar da janela. Se ficares no centro tens mais possibilidades de caminhar pelo corredor do avião e assim não tens tendência a olhar pela janela;
  • Para te sentires mais seguro podes informar um dos membros da tripulação. Assim, vão estar atentos a ti e estarão preparados para lidar com passageiros que têm medo de voar e, caso te assustes com algo, procura questionar os assistentes de bordo e tenho a certeza que irão explicar o que se passou;
  • Respira fundo, conta até 10, 100, 1000, em caso de turbulência. Lembra-te: a turbulência faz parte do voo (se quiseres sentir menos turbulência, podes pedir ou escolher o lugar entre as asas do avião porque são os lugares mais estáveis ou onde se sente menos o avião a tremer);
  • Com esta até eu “paniquei” e quase me dava o “fanico” na minha primeira viagem de avião. Mas é comum que as asas do avião abanem e que o trabalho do motor seja menor em alguns momentos, por isso: PRAIAS PARADISÍACAS, MOJITOS E COMPRAS!! PRAIAS PARADISÍACAS, MOJITOS E COMPRAS!!
  • Se vires que a ansiedade estar a ser muito difícil de controlar e já sentes que a tua respiração está irregular podes tentar fazer alguns exercícios de relaxamento físico, como por exemplo:
    • Apertar as mãos durante 10 segundos com muita força e depois largar (3 repetições);
    • Esticar as pernas como se estivesses a empurrá-las contra alguma coisa durante 10 segundos (três repetições)
    • Contrair o abdómen durante 10 segundos e relaxar (3 repetições)

Espero que estas dicas te ajudem a conhecer o mundo sem receio de que alguma coisa vá acontecer durante a viagem ou medo de entrar no avião. SIM! Vai correr tudo bem, já fiz quase 20 viagens de avião e nem um arranhão. Desejo-vos ótimas viagens. Vão!! Conheçam o mundo! É do melhor!! 😁